Pesquisar

Estatísticas

Membros : 309
Conteúdo : 559
Favoritos web : 38
Visualizações de conteúdos : 1245512
Home
S. Jorge da Beira
CONVOCATÓRIA
Escrito por Sérgio   
Quinta, 06 Abril 2017 10:16

Nos termos do art.ª 34, n.º 3 do D.L. 119/2015 de 31 de Agosto CONVOCAM-SE todos os sócios da Cooperativa Agrícola de S. Jorge da Beira-CRL, com sede em S. Jorge da Beira, na Rua da Ponte, para a ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, da mesma cooperativa, a realizar na sede da Junta de Freguesia, no dia 30 de abri de 2017,                                                   pelas 13 horas. Se a hora marcada não se encontrar sócios em número suficiente a ASSEMBLEIA GERAL decorrerá uma hora depois, com qualquer número de sócios presentes, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

            1.º Apresentação de Contas;

            2.º Constituição de Órgão Sociais ou Comissão Administrativa;

            3.º Conferir poderes para:

            a) Assinar documentos oficiais e movimentação de contas bancárias a débito e a crédito, exceto pedir financiamentos;

            b) Para vender ou doar a uma instituição sem fins lucrativos da Freguesia (Junta de Freguesia, Fábrica da Igreja, Centro de Solidariedade Social), todo o património;

            c) Outorgar a mesma escritura de justificação por usucapião, do imóvel.

            d) Dar poderes aos, para dissolver e liquidar a Cooperativa, assim como poderes para assinar, junto dos órgãos oficiais, quaisquer documentos necessários a este fim.

            e) Na sequência da liquidação da Cooperativa, o resultado daí advindo, seja atribuído, doado, conforme a alínea b).

            Seguem cinquenta e cinco (55) Assinaturas dos Associados.

 

S. Jorge da Beira, 04 de abril de 2017

 
Dia Internacional da Mulher
Escrito por Joaquim Ramos Pereira   
Terça, 08 Março 2016 19:12

                                               EU TE SAÚDO MULHER

 

                                               Tenho uma rosa encarnada

                                               para dar a cada mulher,

                                               por cada luta travada

                                               sem medo de a perder,

                                               pela carga suportada

                                               tantas vezes sem poder,

                                               pelo amor de que é dotada,

                                               abrindo seu coração,

                                               pelo grito de liberdade

                                               com firmeza e dizer não,

                                               por trazer à sociedade

                                               mais doçura e mais razão,

                                               por contar sua vontade

                                               no ato da criação,

                                               por ser mulher de verdade,

                                               ser carinhosa e gentil,

                                               por lutar com igualdade,

                                               por ser um fruto de Abril,

                                               por ser mãe, ser generosa,

                                               poder ser o que quiser.

                                               Por seres tão grandiosa,

                                               eu te saúdo mulher.

 

                                                    Joaquim Ramos Pereira

                                              (do meu livro ‘Silêncio e Poesia’)

 

 
Sebastião de Almeida Batista "O da Eira"
Escrito por Antonio Cruz Ramos   
Terça, 05 Maio 2015 12:23

Faleceu, no dia 29 de Abril, em Berlim, Alemanha , o Sebastião de Almeida Batista, de 75 anos, natural de S. Jorge da Beira (Cebola).

Era filho de José Francisco Batista e de Alice Clotilde de Almeida, já falecidos.
Nunca descurou as suas raízes, das quais tinha muito orgulho.
No site de Cebola, intitulava-se “o da Eira”.

Continuar...
 
WOLFRAM, a saliva do Lobo
Escrito por Sérgio   
Quarta, 29 Abril 2015 14:29

A escuridão da mina, invadida pela luz dos mineiros, pelas máquinas ruídosas e pelo permanente e intenso odor a minério no ar, transporta-nos para um ambiente em que o tempo e o espaço se confundem.

Continuar...
 
A tia Celeste da Abeceira mudou de Mundo
Escrito por Adelaide Ramos Vilela   
Terça, 24 Março 2015 10:52

Caros conterrâneos, compatriotas e amigos chegou a primavera. Esta brilhante estação trouxe o sol e branqueou as nuvens do céu. Logo, o vento suavizou os ruídos das ruas, das aldeias, das cidades onde o Menino Deus vai passar, (chegar) para levar a nossa querida Tia Celeste da Abeceira. De certeza que não sinto uma Adelaide no país das maravilhas… Estou zangada com a primavera…. Não deixou que o verão entrasse por ali adentro para vermos a rendilheira feliz à janela do Lar, com toda a dedicação e ternura, terminar mais uma obra de algodão, com mãos e coração, não nos deixou ver uma vez mais a nossa amada amiga. Afinal, faltavam apenas 45 dias para eu partir rumo ao berço natal. Gostei tanto de gravar as palavras derradeiras, dirigidas à minha pessoa, há três anos: “Dlaidinha, tu não te esqueças de dar um abraço muito, muito grande ao meu Zé”. Como se Toronto ficasse à dois passos de minha casa...! Tranquilizei a sábia amiga e até ficou convencida que o seu Zezinho confraternizava connosco, como Deus e os anjos, a cada lua nova. Na velhice chegamos a um ponto que voltamos a ser meninos, regressa então a linguagem inocente e bela: mas quantos não lhe dão importância esquecendo-se de que um dia tudo se perde, tudo se acaba aos olhos do mundo.
Porém, a tia Celeste nunca morreu, nunca acabou pois, vamos recordá-la como mulher coragem, valente; simples; trabalhadora e verdadeira, em todo o sentido da palavra.

Continuar...
 
Cebolenses na Flandres
Escrito por Delfina   
Segunda, 09 Março 2015 02:27

São conhecidos mais quatro Cebolenses que foram mobilizados para a Flandres - I Guerra Mundial.

Foram eles:

Alfredo Camba, Soldado do Regimento de Sapadores Mineiros.

Amândio Antunes, Soldado do Regimento de Infantaria 21, solteiro.

José Augusto, Soldado do Regimento de Infantaria 21, solteiro.

Manuel Ramos, Soldado do Corpo de Artilharia Pesada.

Esta informação foi colhida  no livro "A Covilhã e a I Grande Guerra 1914/1918",Fonseca, José Pinheiro; Assunção, António Rodrigues de

 
Mais artigos...
<< Início < Anterior 1 2 Seguinte > Final >>

Ajudar a página de cebola

Enter Amount:

Questionários

Qual deveria ser o nome da nossa Aldeia?
 

Ultimos Visitantes

Nenhum

Facebook FanBox

Facebook Fanbox 1.5.x.0

Ultimos utilizadores

Artigos mais populares

Estatísticas